terça-feira, 7 de junho de 2011

Boa saúde

Boa saúde
A saúde pertence ao ser. Boa saúde é o estado de equilíbrio e evolução ao mesmo tempo. O fato de ser saudável estabelece uma perfeita harmonia permanente às várias fases da vida, transformando a jornada com absoluto domínio daquilo que se objetiva conquistar.
Quando existe a má saúde, a desarmonia passa a enfraquecer a potencialidade da mente, tirando-a do foco central, do equilíbrio necessário para alcançar o estado de felicidade. Paz de espírito.
Todo sofrimento seria aliviado se houvesse uma capacidade plena de entender os fatos. Para tanto, é preciso ter compreensão e compaixão para aceitar o nível de consciência a qual se encontra. Entender o desarranjo e a desarmonia que todos têm que enfrentar independente do querer ou não querer. Assimilar a vida a fim de gerar boa saúde.
O trabalho não depende só de uma boa alimentação. Existe um processo precioso a ser elaborado em conjunto para desenvolver o equilíbrio do corpo. Trata-se de eliminar as crenças do sistema mental para ter alegria de viver.
Acima dos valores físicos, está o poder do pensamento não vigiado, estabelecido naturalmente no processo psicológico que irá determinar as condições saudáveis de cada ser. Identificado com o meio ambiente e com as relações interpessoais.
Se quisermos desfrutar de uma boa saúde e harmonia na vida, é necessário entender os valores que forma a massa corporal. Ir além do acreditar apenas em uma das partes. Refletir e entender o corpo, a mente e a alma, como formação preciosa do estágio e circunstância em que se encontra ou se permanece.
O resultado final para se ver livre das doenças, depende do comportamento e, este, obviamente depende da escolha intelectual que analisa e julga pelo sentido, pelo ambiente e pelos conceitos. A alimentação é apenas uma forma cultural difícil de ser mudada. Somos dependentes de um raciocínio que pode ou não optar pelo estabelecimento da boa saúde, ingerindo e agindo corretamente. Ações variadas também ocorrem quando se tem a necessidade do corpo influenciar o processo mental. Em resumo, todas as formas afetam diretamente a espiritual.
Estar bem consigo mesmo é o que gera atitudes saudáveis. Infelizmente não existem políticas abrangentes que tratem do bem estar social do homem como um todo. Os atos são feitos separadamente e as pesquisas médicas impõe cada vez mais especialidades. Um grande erro... Não somos robôs e, sim, gente. Temos mente e, esta, tem que ser levada em conta.
A dor só é sentida porque temos energia identificando e, espírito para padecer. Trazer à realidade o detalhamento sem esquecer a relação entre o corpo, a mente e a alma, é caminho para ter boa saúde. Ir ao encontro das causas psicológicas, permitindo o conhecimento daquilo que se estabeleceu num determinado nível da consciência, é o mesmo que retirar o carnegão que gera focos de infecção.
Permita pensar e agir por você. Não separe nunca as suas peças vivas e atuantes. Acredite nas intuições. Pratique a lei divina do amar o próximo como a ti mesmo. Só assim terá vida saudável.

Rubens Fernandes
rubensfernandes@bol.com.br

Um comentário:

Gabriela disse...

Olá muito legal seu blog gostei mesmo ja estou seguindo. abraços.
http://blogandodemadrugada.blogspot.com/